天哪,我现在已经是B杯的丰胸产品了,高兴!它是天然的,安全无副作用,而且效果很好粉嫩公主酒酿蛋。我的最基本愿望达到啦,人心永远不满足。我还希望再调理下我的粉嫩公主丰胸产品胸部,因此就又多订了两个周期。还真是愿望成真!这可真不是吹的丰胸,因为吹是吹不大的!加微信了解更多。

CRIATIVIDADE INTELIGENTE - Regina C. Drumond
 
Selecione o seu Idioma   Seleccione su Idioma
After falling in replica handbags love with Beatrice,gucci replica handbag Pierre immediately worked hard. In 2009, after dropping out of college, he took over a hermes replica handbags construction company founded handbag replica by his father and became a replica handbags major shareholder. Later he became the vice president of the Monaco Yacht Club. Personally, it has reached 50 million US dollars.
  Mais artigos de Maria Inês Felippe

 

CRIATIVIDADE INTELIGENTE
Por Regina C. Drumond

         Muitas vezes achamos que não somos criativos, que somente o vizinho possui boas idéias e que é típico de artistas, gênios, etc.

         Mas não é bem assim, Gardner um estudioso descobre as 7 tipos de inteligências: Intrapessoal, Interpessoal, Musica, Lógica- Matemática, Corporal e Lingüistica.

         O uso integrado do nosso cérebro possibilita uma criatividade total, utilizando ao máximo das inteligências.

         Veja que interessante o artigo da Regina que coloca de forma inteligente sobre a Criatividade Inteligente . Tudo para você repensar e reagir.

Boa Leitura,
Maria Inês Felippe

        Com os estudos do cérebro humano, o desenvolvimento de uma criatividade inteligente tem sido uma necessidade real, mostrando que o ser humano é capaz de assimilar, associar, aprender e dar novas direções aos seus processos vitais, transformando-os para inovar e criar novas respostas.

        O processo de aprendizagem mostra que somos seres criativos, mas à medida que vamos nos tornando adultos , diversos fatores nos bloqueiam e impedem o aflorar desta qualidade: ´´não funciona, já vi este filme antes, já fizemos isto antes, não vai dar certo, vamos esperar para ver como é que fica, seja prático,´´ são frases limitadoras e inibidoras. Um campo repleto de bloqueios é o contexto sócio cultural e histórico, representado pelas nossas crenças, mitos, tabus, estereótipos.

        A verdade é que todos somos criativos, e que podemos transformar em seres mais flexíveis e imaginativos à medida que desenvolvermos pensamentos inovadores e produtivos, que nos conduzam a obter soluções criativas para os nossos problemas, possibilitando a criação de um mundo e uma melhor sociedade.

        Quando ouvimos a palavra criatividade, quase sempre a associamos de imediato com genialidade, coisa de artista, de inventores, de cientistas ou escritores, ou até mesmo com a expressão eu não sou criativo, etc.

        Criatividade Inteligente é um dom do ser humano, é uma atitude frente à vida, que leva junto de si valores para se conseguir a excelência com melhor qualidade de vida pessoal, profissional e social, frente a um mundo globalizado , ágil e cheio de desafios para todos.

        Criatividade se mede pela fluidez, flexibilidade, originalidade, elaboração, o que em outras palavras significa ter pensamento convergente e divergente, usando os hemisférios cerebrais, isto é, vendo o problema ou a situação de diferentes perspectivas, buscando mais de uma resposta até encontrar as possíveis soluções.

        Há várias definições de criatividade já que a mesma é dinâmica, estando sempre em movimento. Criatividade é paixão, é energia, é inovar, criando e recriando, gerando movimentos, múltiplas expressões, buscando ter atitudes novas e que promovam mudanças.

        O pensamento criativo inteligente consciente se converte, portanto , em um tesouro que se alia à pessoa em sua busca criativa.

        Em cada ser humano há um potencial criativo inato pronto para se expressar e desenvolver, mas para estimular a criatividade inteligente é preciso atender a certas condições:

  • Ambiente seguro que permita expressão de nossos pensamentos, idéias, sentimentos, ações;
  • Uma metodologia, ferramenta ativadora deste potencial conhecida como técnicas, ou ativadores criativos;
  • Um processo interior que permita comunicar e compartilhar as idéias e que gere confiança em si, com uma auto estima elevada.

        A criatividade inteligente consiste, portanto, em fazer conscientemente, novas conexões cerebrais, desenvolvendo-a com nossa capacidade de associar, fluir, ser flexível e original.

        Todos já experimentamos alguma vez na vida diferentes formas de criar, seja no trabalho, em casa, seja na solução de problemas do dia a dia, seja na cozinha criando uma nova receita... Estas manifestações formam parte do processo criativo no qual exteriorizamos um pensar, um sentir, uma percepção individual, com a criação de um produto.

        Quando somos capazes de traduzir em palavras, movimentos, cores, desenhos, letras, em representações, um estado de animo, um sentir individual ou coletivo, estamos neste processo criativo.

        Diferentes estudiosos da criatividade coincidem que existem alguns fatores constantes neste processo criativo, tais como:

  • As pessoas se preparam recompilando dados e experiências passadas em uma espécie de investigação e exploração
  • Surge a inspiração para criar, para re- criar , com a imaginação de fazer algo novo.
  • Consolida-se a criação
  • Analisa-se o realizado, auto avaliando o produto.

        Conectar com a motivação interna é um dos aspectos mais importantes para se poder vivenciar os processos criativos, já que a motivação é o motor com o qual a nossa vontade cresce e se reafirma para buscar novos e melhores projetos.

        Roger Van Oech , um dos estudiosos da criatividade , divide em 4 os papéis que desempenham as pessoas no processo de criação:

        Explorador – busca o que deseja , fazendo uma seleção mediante uma série de objetivos, fixados previamente. É curioso, lê livros e revistas e gosta de ser original. Vê o todo, está sempre alerta e distingue as ameaças das oportunidades, escreve as suas idéias.

        Artista – transforma a informação em novas idéias, é flexível, se adapta, possui a capacidade de combinar a informação que aprende e fazer novas conexões. Rompe as regras, cria novas, tem bom humor e não teme arricar-se.

        Juiz – avalia as idéias para decidir se as implementa ou não. Decide pelo tempo e faz o cronograma de implantação.

        Guerreiro – leva as idéias para o campo da ação. É estrategista, planeja como vai colocar a idéia em prática. É corajoso, enfrenta criticas, é persistente.

        O ideal para cada pessoa é aprender a combinar cada um destes papéis para atuar como pessoas criativas inteligentes e integradas. Entretanto, a maioria das pessoas que se dedicam ao tema da criatividade coincidem em considerar que ninguém é absolutamente criativo todo o tempo em todas as atividades que realiza na vida cotidiana.

        É importante responder, refletindo:

  • Em que somos criativos?
  • Por que manifestamos nossa criatividade em algumas atividades e em outras não?
  • Em que área a nossa criatividade se manifesta com maior intensidade?

        Ao responder estas e outras questões ficará mais claro que a criatividade inteligente é dinâmica, que não é algo que se manifesta somente uma vez no ser humano, mas que está de acordo com o sistema de atividades e comunicação em que o individuo está imerso, isto é com a conjunção de múltiplos fatores de ordem subjetiva e objetiva que emergem em um determinado momento em uma pessoa em particular.

        A criatividade está presente em nossas vidas, e é um potencial humano integrado por componentes cognitivos, afetivos, intelectuais e volitivos, que se manifesta através de um ambiente criativo para dar lugar a produtos inovadores e de valor social.

        O ambiente é um elemento chave no processo de despertar e fazer aflorar o potencial criativo de todo o ser humano.

        A criatividade é um bem social e de futuro.

        A criatividade inteligente apresenta hoje uma nova cara e estudiosos do clima criativo a avaliam da seguinte maneira ´´desde uma perspectiva interacionista, a conduta de um organismo em determinado momento é resultante de uma conjunção complexa entre as condições que acompanham a dita situação e a própria natureza do organismo`` ( S de la Torre,1997).

        Em todo o ato criativo há uma dialética entre continuidade e ruptura, entre futuro e passado, entre o já conhecido e o por conhecer.

        Por ser uma qualidade humana, acreditamos que a criatividade gera novos significados e sentidos que enriquecem a compreensão e o desenvolvimento do ser humano.

Como o ser humano com sua capacidade de reflexão pode modificar permanentemente o mundo, exercendo sua capacidade transformadora, conclui-se que a criatividade está vinculada a toda mudança que promove desenvolvimento.

Autor: Regina Coeli  Chassim Drumond. E-mail:reginadrumond@uol.com.br. Telefone: (31) 3226.6625
Psicóloga pela PUC/ MG com especialização em Psicologia Industrial e Social.
Mestre em Criatividade Aplicada Total na Espanha, Universidade de Santiago de Compostela
Faz parte do Conselho de Ex- Presidentes da UBQ - MG - União Brasileira para a Consultoria e Treinamento em Recursos Humanos, Qualidade Organizacional e Criatividade Aplicada Total.

Clique aqui para imprimir esse artigo  
  Mais artigos de Maria Inês Felippe
   
Página inicial